Os dezembros, desde 2006, comemorados com os shows de RITA LEE no dia 31

Dezembro sempre foi um mês para lá de especial, desde que comecei a escrever este blog, há 12 anos, e o motivo nem é preciso explicitar! O ano sempre termina com chave de ouro porque no seu último mês, no Brasil, nasceu uma estrela. Foram 12 dezembros, alguns com a sorte de compartilhar ,com ela, shows que realizou no Réveillon. Seguem todos estes posts, para que seja sempre revivido  o que a memória não deixa apagar.

2006
Ano  que ela fez o show da virada na Av Paulista, no qual não fui porque minha mãe estava internada, com pedras na vesícula. Disse a ela o motivo de eu não poder ir por e-mail:


Minha mil vezes querida,
Gostaria de poder vê-la na Paulista no Réveillon, ino seu niver, magina o que seria isso para as minha retinas tão fatigadas de tudo... mas estou com minha mãe internada e vou ficar pertinho dela. Mas saiba que te amo...
O que és?... Um mistério, uma bomba que estourou... Ainda lembro de você cantando isso em 75 e as minha retinas nunca mais ficaram fatigadas...
Este poema fiz pra você em Natal:
Ritz, a girassol
na mais bela girassol
o amarelo encharcado de vermelho
é a cor do sol que se põe
nas folhas clareadas pelo brilho da lua
os dourados das pétalas se abrem
para o balé dos ventos do fogo
na comunhão dos sons das águas com a terra.
Senti você na natureza selvagem potiguar, minha girassol.
Quantas vezes preciso dizer? Eu te amo...
Como meu pai dizia, da sua macaca de auditório,

Normitz.

Ela, então me respondeu:

hey sweet normitz...mãezinha internada é pra gente dar muito colinho, e você estará comigo sempre...obrigada pelo poema, love,
ritz, the sunflower

O poema, depois, entrou no meu livro A modernidade de Penélope, lançado em 2013. Quem foi neste dia apresentação foi Fernanda "Fetz", que costumava ir em shows e outros locais nos quais a Rita estaria, comigo, muitas vezes eu dividia o hotel com ela ou ficava em sua casa; ela e outros muitos e muitos fãs também se hospedaram na minha residência, havia menores de idade cujos pais só autorizavam se fossem aos shows comigo, verdadeira Tia Norma. Foi nesse dia que gravaram as cenas das tatuagens da Fernanda que aparecerem no DVD lançado pela Biscoito Fino. 




2007
Como eu não tinha podido ir no ano passado, disse para mim mesma que estaria com ela aonde fosse, na passagem de 2006 para 2007. Ela fez um show em Aracaju, na praia, juntei os trocados, me comuniquei com a Prefeitura de lá, que o patrocinava - e lá fui eu, tendo  ficado hospedada no mesmo hotel dela. Assisti a passagem de som (do qual ela não participou) e, à noite, fui assistir ao show no carro da polícia que acompanhava o dela, com batedores na frente. Nem imaginava que, cinco anos depois, policiais da mesma Aracaju protagonizariam cenas lamentáveis no último show que ela realizou naquela cidade...

Obs.: As publicações de 2006 e 2007, que eram no provedor Terra, sumiram. Consegui salvar algumas, mas só a partir de 2008.

 Passagem de som:







O show:






2008:
Neste ano ela participou do especial de Natal de Roberto Carlos, encontrei com ela depois da gravação, a qual não pude assistir. Quem lá esteve foi Leandro Vallim, que contou para nós. Uma marca do blog foi contar os shows entre os fãs, coisa que deu tão certo, que até o site oficial dela fez um com a mesma fórmula.  

"Especial Rita, de Roberto Carlos, por Leeandro
sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Nosso amigo Leandro Vallim carinhosamente cedeu o relato abaixo sobre a gravação do especial de Roberto Carlos, que rolou ontem aqui no Rio. Infelizmente, não pude ir por razões profissionais, mas o coração sempre está por lá… E os amigos também, para contar pra gente. Ela é mais do que  a garota papo firme que o Roberto falou, não é mesmo??? Obrigada, Lee andro! As fotos foram gentilmente roubadas do Perfil de Divulgação dela do Orkut.


"Eu tenho tanto prá lhe falar, mas com palavras não sei dizer como é grande o meu amor por VOCÊ".
Olá a todos e todas que estão com sede em saber sobre o show do RC.
Vou aqui compartilhar um pouco com vocês, após ter 2 horas de sono e vir trabalhar satisfeito e feliz.
O Arena Multiuso, ou HSBC Arena, foi construído prá acolher os jogos Pan-Americanos. E hoje transformou-se, como diz o nome, em multiuso.
Mega Shows, como esse Especial do RC.
Mesmo antes de eu saber que RL ia ao especial do RC, estava cogitando a possibilidade de ir ao show do moço. E quando confirmou a presença Dela, foi o estopim prá substituir "cogito ir" para "vou".
Fui de Cadeira Nível 3, um pouco longe, mas satisfatório. Som de primeira, palco, iluminação.
E sempre rola aquele papo (que até concordo em termos) dizendo que RC tá na mesmice, que tá estagnado, blábláblá. Mas confesso que o show, principalmente na abertura, é arrebatador. Fica-se chapado com aquilo, coisa doutro mundo, que só indo ao show dele prá confirmar.
Vou pular zezé & luciano, neguinho da beija-flor e caetano; prá direto ao assunto.
Roberto ao acabar de cantar uma das músicas do set-list, pediu para platéia "só 2 minutinhos para alguns ajustes técnicos". Entra os rodies e colocam dois pedestais ao lado esquerdo de Roberto.
Tudo pronto, ele anuncia (não exatamente assim) "A muito tempo venho olhando essa família, uma coisa bonita, uma família rock´n roll. Ela é a rainha do rock brasileiro: Rita Lee. E Roberto de Carvalho e Beto Lee.
E a banda, juntamente com R.Carvalho e B.Lee, atacam a intro de "papai me empresta o carro", e AquelaLá entra cantando.
RC, em tom de duelo musical, contra-ataca com "Parei na contra-mão". Após, Rita responde com "flagra". Continuando o duelo, eles cantam "splis splash". E, com uma harmonia indiscutível a banda muda a melodia para "mania de você", com Ela cantando "Roberto, você me dá água na boca(…)". Após, RC dá a réplica com "cama e mesa" e Ela fecha com "Baila Comigo", com um "sou a garota papo firme que Roberto falou" (no mesmo tom do "arrombou a festa") e ele confirma "essa garota é papo firme" (cantando somente essa frase).

RC diz que faz tempo que estava programando isso e que finalmente aconteceu. Ela agradeceu ("muito obrigada, foi dívino, essa farra toda, beijos, tchááu").
E vai embora depressa.
Fizeram numa tacada só, sem erros, com Rita afinadíssima e confiante - além de rebolativa.
Rita levou o apito de "lança" e a corneta de "erva venenosa", que ficaram a disposição em uma bancada de acrílico ao seu lado direito.
Rita de chapéu verde, óculos rosa, camisa colorida (verde, vermelho) e calça tipo jeans

Muito bom mesmo. E histórico, pelo menos na minha opinião e por minha história com RC e RL, que já devo ter contado por aqui.
Andei caçando pela internet, notícias sobre o show, mas o interesse geral não é propriamente o show, as músicas e os convidados. Mas sim a platéia.
São tantas emoções, bixo.
Abraços a todos.
Espero ter agradado a gregos, troianos, romanos e egípcios.

leandro vallim lee andro vallim"

Arquivado em: Sem categoria I Comentários (11)

Ela participou do Réveillon em Atibaia - SP, desse eu não pude ir, mas Fernanda Fetz esteve, entretanto, não pôde contar no blog. Transcrevo o post de janeiro/2009, no qual comento o fato:

O barquinho de Fernanda navega no Tietê
segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Eu não disse que alguma coisa de estranha tinha acontecido para a Fernanda não ter enviado o textinho dela sobre o Réveillon em Atibaia? Fui contactada por uma pessoa que me garantiu que minhas especulações acerca dela ter sido tragada pelas água do rio Tietê eram a mais pura verdade. E a pessoa fez questão de mostrar o pau com o qual tinha matado a cobra, enviando um flagrante desse dia.

É claro que é brincadeira! A própria Fê me explicou que, na verdade, fora tragada por outras águas, as do trabalho. Água não, enchente, enxurrada… tsunami… E me mandou as fotos que tirou no dia 31/12, sempre muito amiga. Como Paulo já explicou, estiveram em Atiba, os leais súditos da Corte, abaixo (Dani, Pedro, Fernanda e Paulo):

Uma criatura que muitos pensavam ser ficcional, Dráusio, por incrível que pareça, deu o ar de sua graça lá. Ele ameaça vir na gravação do dvd aqui no Rio, também. Tive que conferir no Orkut que ele, de fato, existe…

Paulinho, em um comentário que fez, já deu umas dicas de como rolou o show… Deste modo, todas as gracias a Fernandinha pelo envio da foto abaixo.

Imaginem que dona Fernanda havia mandado a foto, mas a  mesma não chegou na minha doce caixinha postal. Aí, Fê pensou que eu não tivesse postado aqui por não ter gostado dela. Imagina, como não gostar da foto tirada por uma pessoa que tem tanta sensibilidade para registrar imagens de Rita?
E ela estava longe do palco, na famosa grade. Mesmo assim, nos brindou com esse e outros belos flagrantes. 

Só peço aos navegantes que respeitem os créditos das fotos a ela, se as sequestrarem daqui para enfeitarem seus álbuns da vida. Respeitem o direito autoral. Já dei bronca por  isso e depois eu sou grossa e outras coisitas más… Vamos dar a Mateus o que é de Mateus. Ou eu tô errada??? 

 2009

Fiz uma retrospectiva do ano, que transcrevo abaixo:

Retrospectiva 2009
terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Este é o último  do ano. Gostaria de deixar um muito obrigada aos que lêem este blog, me mandam relatos, fotos, comentam, etc. Dando uma zoiada nos arquivos, percebo como 2009 foi rico em shows e em experiências. Resolvi, então, fazer uma retrospectiva.

Se forem examinar os posts antigos, perceberão que em Janeiro, Fernanda Inácio começou o ano nos contando como fora o show de Rèveillon em Atibaia, no qual estiveram presentes Paulo, Dani, Pedro Colombo e Dráusio. O frisson foi a participação especial de Miss Ziza! Também tivemos o relato do show de Guarapari, por Roberta. Sempre conto com boas pessoas para dividir, com todos, os shows nos quais nem todos nós podemos ir e sou muito grata por isso.

Em Fevereiro, encontraram alguns dos instrumentos dela roubados em Poá e tivemos o prazer de recebê-la no Rio de Janeiro para a gravação do CD e do DVD Multishow ao vivo. Ela falou com TODOS que a aguardavam depois da gravação, em uma gentileza só. As pessoas acham que ela tem obrigação de fazer isso, mas não tem. Já disse mais de cem vezes que o ingresso é para ver o show. Mas não adianta, como disse um fã de Curitiba no post que escreveu sobre o  que rolou lá em Junho, no qual eu não fui, quando entrou com alguns no camarim percebeu que as noviças do vício não entendem que a artista Rita Lee não pode falar com um por um depois de terminada a apresentação. Imaginem ela falando com 2.000, 3.000 pessoas? Vamos poupá-la, ora pois.



Em Março, houve apresentações em Santos, Ribeirão Preto, Bauru… Alguns fatos de destaque foram o encontro entre a fã Duda e Rita no show de Santos. Ela ganhou uma promoção de uma rádio e teve o direito de dar um abraço na Musa. O texto dela narrando isso foi de pura emoção e de alegria. É que Rita Lee é isso mesmo: ESPERANÇA. Também foi bom rever o povo em Ribeirão, incluindo Henrique Bartsch, o biógrafo. Nesse dia, Nei que não entrou no camarim de São José do Rio Preto (como contou nos comentários), falou com a Rita. É assim mesmo. Nem sempre ela pode receber as pessoas, mas quase sempre pode. Eu nem lembro há quanto tempo o Nei não falava com ela. E ficou muito grato e feliz por ter conseguido naquele dia. Aliás, na ocasião (no qual o aniversário de Beto Lee foi comemorado) eu tirei uma das fotos de Rita com muitos  fãs. Podem ir lá conferir. Uma graça.



 No show de Bauru, destaco (além DELA, óbvio) o maravilhoso busão Rita Lee e a estréia do tecladista DANILO. Demais, o melhor de todos que já passaram pela banda. Reencontrei Kleber, o qual não via há muito tempo e conheci Pedro Macedo, que me deu um par de brincos de presente. Pois é! Ela faria shows no Chile e no Uruguai, mas não foi devido à gripe A (suína), pois havia recomendação para que se evitassem viagens para aqueles países. Uma pena eles terem perdido a chance de ver a Rita, alguns fãs de lá já estavam com a periquita acesa, como diria Antônio Bivar.






Maio. Fomos surpreendidos pela cirurgia dela, de hérnia. O primeiro show foi em Juiz de Fora, no dia 9. Encontrei Marco e fui com ele até o hotel em que ela estava hospedada para vê-la, depois desse saco de operação, levando flores. Ela estava bem, embora com recomendação para não se mexer muito durante a apresentação, ficar sentadinha. Até parece! Sentou um pouquinho e depois abandonou o banquinho, mas não o violão. Além desse, ela faz shows em Araçatuba (contado para nós pela Natalie) e Pelotas, narrado pelo velho e bom Cláudio.

Junho foi o famoso mês em que ela foi madrinha do casamento de Maria Angélica e Carlos, em Curitiba, com Hebe Camargo. O show que aconteceu lá, foi contado por Paulo, como já adiantei. Teve também os de Belo Horizonte (contado por Renato) e o de Porto Alegre ( por Giba e  Léo).


Em Julho, teve o incrível show de Garanhuns, o qual assisti via online, junto com Leandro e Cris, o de Leme - o primeiro que fui depois do de Juiz de Fora. Tivemos, também, o memorável de Teresina, no qual ela leu um manifesto contra as enchentes. E a presença dela no Programa Altas Horas.


Aí veio Agosto! Fomos surpreendidos pela notícia de mais uma cirurgia, dessa vez no braço. Putz, artrocospia! Pensávamos que a recuperação fosse rápida… mas, infelizmente, não foi e tivemos que ver a nossa Querida com tipóia durante, pelo menos, uns três meses!! Isso, contudo, não atrapalhou em nada as apresentações dela. Chegávamos a esquecer de que ela estava com essa coisa. Ela sempre se supera, of course. Alguns shows, infelizmente, foram cancelados como os de Vitória e Três Pontas. Teve o de Nilópolis, aqui no Rio, no qual fretamos van e ficamos pertinho do palco, a convite da própria Prefeitura, a qual contactei. Eles ficaram impressionados com este blog e com o fato de haver fãs vindo até da Espanha para ver Rita Lee.


 Ela voltaria ao Rio, dessa vez como homenageada do Prêmio Multishow. Só tinha eu de fã de Rita Lee no meio dos de Ivete, Ana Carolina e outros bichos. É que ninguém sabia que ela seria homenageada, já que isso não é revelado, apenas que estaria lá, como bem avisou Roberto de Carvalho em seu twitter. Então, Beto Feitosa e eu   (os "repórteres oficiais") conseguimos convites, mas na hora H só eu pude ir, porém não pude registrar nada, porque confiscaram a minha câmera. *&@#!&*#@. Intrigas da oposição! Tive a emoção de ver Ziza com Rita e de poder contar. Ainda bem que eu fui, pelo menos tinha um lá para ver e dizer.


Setembro foi o mês do casamento de Zezinho e Tibério, para o qual eu fui convidada, mas não pude comparecer por estar trabalhando. Para mim, esse evento foi um dos mais bonitos do ano passado, pela coragem dos meus dois amigos de enfrentarem o preconceito babaca de alguns. Creio que foi um dos posts mais comentados do ano, com gente metendo o pau e também os defendendo. Eu só acho incrível como é que Rita Lee possa ter tantos admiradores reacionários. Não combina. Ela que só passa mensagens de PAZ e de AMOR, não gera ëm sua arte esse tipo de ódio, de tititi, de rivalidade… isso só pode estar nas almas pequenas da gentalha. Pronto, escrevi. Quer saber? E que se fodam. Parabéns, Zezinho e Ti! Vocês fazem os verdadeiros fãs de Rita Lee muito felizes, por até realizarmos, através de vocês, o nosso sonho de ter ela num show e numa festa particular. Milhões de beijos!


Em Outubro, houve os tais shows Rita Lee como você nunca ouviu em São Paulo e no Rio…  mas o melhor mesmo foi vê-la sem tipóia, em Rita Lee como você sempre viu,  nas fotos que Roberto divulgou. UFA! 


Não esqueçamos do show de Florianópolis e de Criciúma, com aquele pessoal do SUL que eu adoro: Rodrigo, Mimi, Potira e tantos outros. Belos e sinceros amigos! O show de Criciúma foi, gentilmente, narrado por Rodrigo. Foi nele que meu santo nome foi usado nada em vão por Potira!




Novembro ainda fresquinho em nossa memória com São José do Rio Preto e Dezembro, fechando com Brasília e com o Réveillon em Manaus, que contarei em Janeiro, porque em 2010, a festa continua. Essa festa chamada Rita Lee não tem hora para acabar, não é mesmo?
Obs.: Não achei esse relato do Réveillon em Manaus, apenas uma imagem do palco:




Feliz Natal! Ótimo 2010, queridos olhos que me lêem e mãos que comigo aqui interagem.

2010 

O Réveillon deste ano foi em Búzios - RJ, em um show fechado. Não consegui nenhum relato, mas duas fotos:


2011

O dia 31 teve show dela no Réveillon de João Pessoa - PB , na Praia do Tambaú. Esse foi o último, pois em 2012 anunciou que pararia com as apresentações. Também não obtive nenhum relato, apenas as fotos abaixo.

Este é um post para homenagear o fim do ano com Ela. Muitos puderam compartilhar a festa da passagem do ano com a da própria festa que celebrava mais um ano da vida Dela, que a tantos e tantas fez e faz FELEEZ. Que a data de 31/12 seja sempre lembrada e comemorada por nós, com muita aLEEgria. 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Rita Lee é a Artista com mais canções em trilhas de novelas

Canções que citam Rita Lee

OUTUBRO, NOVEMBRO, DEZEMBRO